GOLDEN GLOBE AWARDS 2015 THE HORROR CONTINUES

janeiro 22, 2015


Clamem aos céus em louvor de rejubilo pelo anunciado término deste descortinar de vestimentas que está mais para feira de horrores com contornos de procissão do senhor dos paços *sem haver quem nos acuda* do que com ares da uma das galas mais relevantes do ano! Duas categorias compartilhando um só post de modo a poupar-vos o espírito e a virtude do bom gosto de ininterrupta facada e consecutivo atentado ao vosso conceito de estética e por relance escasso a razão.


Lena Dunham inaugura com todo o seu *não* esplendor abrindo a Categoria Medo com chave de ouro não fosse eu ter vislumbrado a silhueta pré-gala desta criatura em topless e acredito que teria muito mais a dizer. Medo por todas as más escolhas que numa constante e repetitiva predisposição constituem as propostas desta “pessoa” gala após gala e sem diferir neste Zac Posen bem integrado no pantone da passadeira vermelha em que por ténues resquícios não alcançou com total êxito a expectativa de supressão da sua presença! Repetiria sem acrescentar qualquer inteligível detalhe todos os juízos tecidos para com a presença de Lena Dunham e na categoria anterior a querida Allison williams não fosse o simples e ofuscante facto de Kate Mara ter sido agraciada com a brilhante ideia de integrar no seu modelito o cinto de ferramentas do handyman lá de casa! A Camila Alves que me perdoe qualquer coisinha mas não aprovo com grande entusiasmo a fatia de fiambre de peito de perú com que decidiu vir enroladita para a gala, um sentimento de amor ódio com maior percentagem de não achar grande graça do que capacidade de nutrir considerações de elogio pelo que pretendia ser um clássico.
 

A Conchita é uma figura difícil de engrandecer graças a sua já memorável não tão singela complexidade de apenas ser, trabalhando um robezito de veludo com combinação marota de esgueira acredito que lançará a tendência do buço robusto se a bela da moda da axila colorida perdurar! A Kerry Washington parece saída directamente do conto de fadas da Cinderela, trajes roubados a própria e dignos de uma fada madrinha estrábica! É nestes momentos que afirmo piamente que a temática da próxima gala dos Golden Globes será Baile a fantasia! A dama de negro da noite foi Laura Prepon dando continuidade ao mote de que estas ocasiões não seriam as mesmas sem a presença invariável de um conjuntinho bem dark side de inspiração irrefutável em Morticia Adams. O tio Fester que te ponha o olho em cima!
 

Caso para dizer Last and Least que isto vai já tudo tratado de rajada sem suprema diferença que os desassocie já não conservando eu própria grande capacidade mental ou juízo de argumentação que me valha maiores testamentos. Nhé e basta para expressar o total desinteresse e banal escolhas que nos reservaram a presença de quem os desfilou passarela abaixo, um quinteto de cinco tendências com predisposição ao melhor modelo preservatico presente em festa! Dois canarinhos de Naomi Watts e Leslie Mann criativamente recortados em latex barato interrompendo o desfile com Katie Homes numa proposta prima em primeiro grau de homenagem a todas as beringelas desidratadas realçando haver em mim uma pontinha sútil de afinidade pela escolha não fosse a imperação da regra less is less and will be always less e a Katuxa tinha brilhado bem mais!


A opinião referente a opção de escolha de Anna Fars é em tudo semelhante a de Katie Homes, arrebatando positivamente mas de modo insuficiente no que se refere a escolha da cor pecou solenemente por ter ficado aquém numa paleta de bejes bejezinhos nudes quase transparentes brilhozinho fosco e tudo tudo quase insignificante… redondamente nhé. Bis para Dakota Johnson liderando na escolha da textura e materialidade num caso obvio de indecisa resolução “levo os dois!” que são bem *pouco* discretos e nada espalhafatosos tudo num cinza bem neutro e integrado *not* digno de furor em uma qualquer disco party enfeitando o centro do salão bem suspensa lá no alto… got the picture?! Não tivesse surgido perante a pesquiza uma foto de Amal Clooney acompanhada do seu senhor nespresso e tinha-me passado completamente ao lado quem era esta senhora aniquilada á origem perante os standards do bom gosto na inovadora alteração das luvas e respectivos acessórios que tão bem compunham esta proposta Dior arruinada pelo mix enfermeira das forças armadas do batalhão americano da segunda guerra mundial meets dona de casa que saiu as pressas e esqueceu as luvas da louça, em amarelinho seria um mimo! Háaaaa! Finitas as tragédias nos Golden Globes venham as coisinhas bonitas! Cobiçaram de modo mais favorável alguma das propostas que referi?! 

You Might Also Like

4 REPLY

  1. Respostas
    1. thanks monica for the visit and for commenting!
      kisses from portugal

      Eliminar
  2. Concordo com quase todos menos o da Emma que adorei!
    Ela ousou, arriscou e no final penso que foi a que se destacou mais!

    Beijinhos

    http://princesasemtiara.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. houve muita gente com a mesma opiniao! eu realcei o pk de nao gostar :)
      um beijo querida!

      Eliminar

Participa com a tua sugestão ou comentário e não te esqueças de seguir a página no facebook, twitter e instagram para estares sempre a par das novidades! Obrigado pela visita. Salomé

Popular Posts

Like us on Facebook

Follow us