O QUE É UM ARMÁRIO CÁPSULA

março 23, 2017


A cerca de um ano (ou seriam dois... mais? Eix!) o minimalismo passou a ser um tema recorrente por estes lados, desde o meu primeiro grande destralhamento, seguido de consequentes mini organizações, e um sempre continuo menos, a medida que o que resiste e fica se mostra ainda assim, afinal, desnecessário, ainda demais, excessivo, que desejava trazer o tema do armário cápsula (capsule-wardrobe) e explicar-vos o porque e todos os “como”. Porque não o fiz antes? Porque não fazia sentido, compreendi que estava a reduzir a quantidade de tralha, ainda estou, de roupa que acumulei ao longo da adolescência da qual não me desfiz, estava “boa”, mas que já não fazia sentido manter, das peças adquiridas impulsivamente, pechinchas e tendências que já não definiam o meu estilo... mas que o que resultaria disto tudo estaria muito aquém de um armário cápsula, do meu armário cápsula, ainda esta, mas começa-se a compreender uma estrutura, agora sim vale a pena partilhar! Procurando uma definição simplificada para o que é um armário cápsula, encarem-no como um conjunto de peças versáteis, escolhidas com base no vosso estilo de vida, responsabilidades, actividades e afins, o vosso gosto no sentido de ser um conjunto de peças que vocês adoram e nas quais não mudavam nada, nas tonalidades que vos favorecem e que são adequadas as ambiências que frequentam ou seja mais ou menos formais e... o cerne da coisa, estas peças devem perfazer o numero de apenas, e reforço o apenas, 37 peças, nas quais se incluem calças, tops, vestidos, casacos e ainda sapatos! Parece-vos pouco? Ao inicio sim, mas se considerarem a quantidade de conjuntos distintos e visuais diferentes que conseguem formar com 37 peças de vestuário... é muita roupa! Estas 37 peças devem ser usadas consecutivamente ao longo de três meses, teoricamente sem mudar nada, convém que iniciem este processo no inicio de uma nova estação, torna-se mais fácil ponderar entre o-que-esta-na-moda-se-adequa-que-gosto-fica-bem-quero-e-ainda-me-faltam-peças, ao final dos três meses é altura de fazer uma avaliação. Usei todas as peças? O que mudava? Acrescentava/trocava algo? No caso de ser inicio de uma nova estação devem alternar as peças, por exemplo, de inverno com as de primavera! Tudo o que não se encontrar a uso nestes três meses mas que usem em outras estações deve ser encaixotado e guardado fora do roupeiro! 37 é um numero que podem alterar e ninguém vos irá julgar por isso, eu própria não tenho apenas 37 peças... não me ia desfazer de roupa que gosto e uso so para perfazer um numero, não tinha lógica, não fazia sentido. Também não aplico a rotatividade de 3 em 3 meses, há peças que uso o ano inteiro, são transversais as estações com casacos mais quentes ou sobrepostas, por camadas, e também não tinha um lugar extra ao roupeiro onde as pudesse guardar durante esse período, logo adaptei a estrutura do roupeiro cápsula as minhas necessidades mantendo a sua estrutura original. Um armário cápsula representa mais tempo, mais energia para o que realmente interessa, muito menos tempo gasto na hora do que vestir, menos dinheiro gasto e mais confiança diária porque sabem o que define o vosso estilo!

---
Photos: Pinterest

You Might Also Like

2 REPLY

  1. Eu ja nao vivo sem o meu!
    Simplificou bastante a minha vida, e como o meu é para um ano inteiro, so tenho de me preocupar com ele uma vez, no máximo duas, por ano! É maravilhoso =)

    Sophie.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que cheguei a referir que o meu também não é sazonal! Ainda assim no final da estação leva uma limpeza e um "re-plan"! Espero em breve falar mais em detalhe sobre o tema, passos e afins!
      Um beijo e obrigado pelo comentario,
      Salomé

      Eliminar

Participa com a tua sugestão ou comentário e não te esqueças de seguir a página no facebook, twitter e instagram para estares sempre a par das novidades! Obrigado pela visita. Salomé

Popular Posts

Like us on Facebook

Follow us