COMO TORNAR UMA CASA MINIMALISTA MAIS ACOLHEDORA

julho 19, 2017


Se há denominação, alcunha e malfada definição que agoira uma dita casa minimalista é a de que esta é fria, sem personalidade, até “estéril”. Impessoal. A decoração minimalista estereotipada apresenta linhas limpas, superfícies lisas e falta de cor, mas nada obriga a que assim seja. A mentalidade minimalista é sobre identificar o que é essencial ou importante para a nossa vida e eliminar tudo o resto. Não é preciso viver numa casa rígida, sem carácter ou originalidade para criar uma “casa minimalista”. Podem, e devem, roubar e brincar com diversas ideias de design e decoração, o modo como escolhem “viver com menos” depende apenas de vocês. Se pretendem simplificar a vossa vida e ainda assim manter e cultivar uma ambiência acolhedora e convidativa, ou se chegaram a um estagio minimalista tão elevado que sentem que perderam ou vos falta algo “simpático” e a harmonia de um espaço, deixo-vos algumas dicas de como decorar e reorganizar o espaço para recuperar a essência “caseira” e afável de lar.

Criar a fundação // a coesão é a chave, escolhendo um esquema cromático de cores base assim como o foco em materialidades dos objectos semelhantes. Considerem que os materiais naturais tendem adicionar “calor” e os materiais texturados aumentam o interesse visual, especialmente se escolheram um esquema de cores uniforme. Acrescentar valor ao vosso espaço não tem que se centrar em adicionar coisas mas deve concentrar-se na compra de itens coesos que criarão impacto no visual preservando a sua utilidade e funcionalidade.

Decorar com a natureza // as plantas trazem vida aos espaços assim como benefícios a saúde, influenciando não apenas no campo visual quanto o corpo e a mente. Escolham plantas de fácil manutenção e leiam e aprendam como cuidar adequadamente das mesmas, proporcionando não só decoração visualmente interessante e agradável como benefícios adicionar como purificação do ar, concentração aumentada e terapia de melhoria do humor.

Personalize o espaço // recorrendo a pertences pessoais como decoração. É instantâneo, confiem! Equipamento de trabalho, lazer, projectos terminados, ferramentas de um hobby, fotografias, recordações de viagens, livros especiais. Objectos com valor sentimental, vale tudo! Eles adicionam vida, cor e expressam a vossa personalidade. O que pode ser mais expressivo do que a exaltação dos objectos que amamos, desfrutamos de e que compõem uma enorme parte da nossa vida?

---
Photos: Pinterest

You Might Also Like

2 REPLY

  1. Vou-te ser sincera, acho as casas mais minimalistas mais acolhedoras do que as cheias de tralha...
    Beijinhos
    Joana
    https://curlyhairandlipsticks.wordpress.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo plenamente joana e ainda acrescentava, a mim diminui-me imenso a ansiedade pela sensação de controlo das coisas e do sitio delas, por nao me sentir tão claustrofóbica! Adoro quartos de hotel.... just saying ;)
      Um beijo minha querida e obrigado pelo comentario!
      Salome

      Eliminar

Participa com a tua sugestão ou comentário e não te esqueças de seguir a página no facebook, twitter e instagram para estares sempre a par das novidades! Obrigado pela visita. Salomé

Popular Posts

Like us on Facebook

Follow us